24 de janeiro de 2017

Virose do diabo


Na semana passada, na 4ª-feira,  o Afonso queixou-se com dores de cabeça. Dei-lhe ben-u-ron e foi para a escola. Quando o fui buscar, ao início da noite, estava cheio de febre - 39º. De noite não melhorou. Queixava-se de dores de cabeça, dores de costas e de barriga fortes. O Tiago já tinha tido os mesmos sintomas e ficado em casa na 3ª-feira. Fiquei em casa com o Afonso na 5ª-feira e na 6ª-feira. Na 5ª-feira, o João também tinha os mesmos sintomas e ficou em casa também. Na 6ª-feira, também o meu marido se começou a queixar e com os mesmos sintomas.Ainda não se sente a 100%.
No sábado, o Afonso já parecia melhor, no entanto de sábado para domingo vomitou várias vezes. Ao longo do domingo, começou a aguentar alguma coisa no estômago e foi melhorando. Ontem, queixou-se de novo de dores de cabeça, antes de ir para a escola, e que tinha muito frio. Mas, frio quem não tem? Pensei que ele estava a fazer ronha. Mas, às 12h20 ligam-me a informar que o Afonso tinha 38.7º de febre. Quando cheguei com ele a casa tinha 39.2º. Depois de tantos dias decidi ir ao hospital com ele. Tem todos os sintomas de virose. Manter em casa sob vigilância. Hoje acordou com febre de novo. O Tiago também está febril de novo e ficou em casa... Estou de enfermeira!

Sem comentários:

Enviar um comentário