14 de janeiro de 2016

Uma manhã do... raio!

 
6h, toca a tentar sair da cama. Que se passa?! O olho esquerdo está colado! Está bonito! Que raio terei no raio do olho?!!!? Descola o raio do olho, e passa a um banho rápido, com os gatos a miar por comida. Rapidamente preparo almoço para os príncipes e para mim. Que raio, nem um par de calças passado tenho, nem seco, nem lavado, nem nada... Raios! Raios! Logo hoje! Peço ajuda ao marido para vestir o Mini, tenho que o levar a casa da avó. São 100 kms ir e voltar. Rapidamente coloco as coisas no carro, a cadeirinha do Mini, pego nele e lá vamos a caminho de Viana do Castelo. Raios, chove! Não posso andar muito depressa. Raios, apanho todos os tratores, lentos, camiões, autocarros escolares... raios! raios! Chego a Viana, mais tarde que o previsto. Tenho que chegar rápido a Braga para ainda ir aos correios antes de ir trabalhar. Raios! De novo os lentos, os tratores, os camiões... a polícia! Ai, a gasolina! Raios! Até a gasolina!!! Quase 9h, só há um caminho - auto estrada. Tudo a correr, literalmente, sobre rodas! Ainda tenho tempo (otária!), paro para pôr gasolina, já em Braga. Toda feliz e contente, ainda vou ter tempo, saio da bomba e... e paro!!! Raios! Uma fila... A passo, passo o túnel. Vou para o outro túnel para mais rápido chegar aos correios, para onde foi enviada o raio de uma encomenda com livros para o Afonso. Chego aos correios, 9h12... ninguém! Algo bom... rapidamente levanto a encomenda e rumo ao trabalho. Cheguei, quase, quase às 9h30. Já estou tão acelerada que até subi pelas escadas. O raio do elevador nem parou...

Sem comentários:

Enviar um comentário