27 de janeiro de 2016

Memórias de criança

Em finais dos anos 70, início dos anos 80, no Dia da Criança programavam-se tardes de pintura (especialmente no centro do país). Fui a algumas e era o máximo. Não havia insufláveis, não havia consolas, mas havia muita diversão. Ficam os troféus dessas belas tardes:
 

Sem comentários:

Enviar um comentário