24 de março de 2013

O concerto final

 
No final do curso de férias, o príncipe mais velho teve um concerto na igreja de Pico dos Regalados.
Na véspera enviam um aviso a informar que a indumentária terá que ser preta. Lá fui eu e o pai, no dia do concerto, procurar uma camisa preta que lhe servisse. Na Primark, no meio da coleção de adulto, lá a descobrimos, mas será que serve?
Era suposto, depois do lanche e antes do ensaio de colocação, o ir buscar, ele vestir-se e ir levá-lo ao local do concerto. A meio da tarde recebemos uma mensagem que houve alteração de planos. Teria que levar a roupa e ele vestir-se lá. Perto das 19h recebi outra mensagem para lhe levar a roupa. Lá fui eu e o pai levar a roupa. Mas... onde será a igreja do Pico? Pensámos que seria numa direção, tínhamos essa imagem, mas depois de andarmos 2 ou 3 kms, sem ver igreja, decidimos perguntar a um rapaz. A igreja ficava no sentido oposto...

O príncipe estava nervoso, com a demora da chegada da roupa. Estes pequenos pormenores tornam-no ansioso.
 
Às 21h, lá estávamos todos a aguardar pelo concerto. Fui ter com o príncipe para ver como ficou a camisa. Estava perfeita, parece que foi feita para ele. Com aquela roupa parecia um homem.
O concerto correu bem. O príncipe participou na orquestra de sopros. Quando iam a entrar, no meio do silêncio, afinal estávamos numa igreja, mal o príncipe mais novo vê entrar o irmão, dá um grande berro: " - Olá Diogo!". Era impossível ninguém ouvir. Um mar de olhos e sorrisos viraram-se na nossa direção. Quando queremos passar despercebidos, ter um miúdo assim é do melhor...
No final, já dentro do carro, o príncipe mais novo, vira-se para o príncipe mais velho e diz: " - Ó, meu amigo Diogo!" Estava naquela noite com um carinho especial pelo irmão, o que não é normal.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário